DIY parte 3 – Pulseira de macramê

Como eu ando bem envolvida com a preparação da minha viagem eu não venho fazendo muitos posts. Por esse motivo vou postar coisas mais curtinhas e imagens que venho encontrando no Pinterest…

A imagem de hoje ensina como fazer uma pulseira de macramê muito simples! O mais legal é que ela é realmente muito fácil de fazer; o problema é que aqui em Floripa é meio difícil encontrar esses detalhes metálicos. Eu já passei por várias lojinhas no centro e não encontrei! Acho que vou fazer alguns em cerâmica pra ver se dá certo e fica com uma aparência legal também.

Outras imagens no meu Pin: http://pinterest.com/leticiapjorge/diy/

Idéias que se cruzam, sincronicidade, Gregoire Scalabre

Você sabe quando você tem uma idéia, ou cria um projeto… vai todo empolgado na internet pesquisar informações e imagens para embasar esse projeto, está lá no meio da pesquisa e OMG tem uma ideia igual a minha:

1 – Você entra em crise e joga tudo pro ar. Diz que não acredita mais na criação, que tudo o que você pensa já foi realizado por alguém em alguma época ou algum lugar do mundo;

2 – Reflete e pensa sobre o resultado. Analisa os prós e contras, aponta todos os erros, ou apenas fica embasbacado como aquilo está do JEITO que você tinha imaginado (ou melhor);

3 – Supera e fica feliz por ter idéias que estão sendo divulgadas na rede e desenvolvidas por pessoas que podem ter o mesmo gosto que o seu e a mesma forma de pensar, ou talvez pensem de forma diferente e realmente te acrescente algo…

Não digo que esse pensamentos virão nessa ordem, mas quem nunca pensou isso quando achou uma idéia sua sendo realizada por outro. Por que se não foi um ato inusitado da natureza ou que a física quântica de Jung tenta explicar pelo conceito de Sincronicidade, poderiamos chamar esse trabalho casualmente similar de plágio, sem mais = cópia.

Esse texto dramático é só pra situar o que passei nos últimos dias quando encontrei o trabalho do ceramista francês Gregoire Scalabre, que realizou trabalhos com a estética muito similar a das minhas peças cerâmicas, ou efetivou a instalação que eu imaginava em minha mente.

O foco dele é visivelmente outro, mas tiro o chapéu para a forma como ele concretizou as obras minuciosamente e foi muito feliz no resultado.

Creio (pois eu não sei ler em francês) que o conceito dele se baseia na materialidade e estética dos materiais argila/metal/polímero. É um “tema” bem distinto de todos os ceramistas que eu já conheci… tem horas que a peça parece de metal (esmaltação FANTÁSTICA) e horas que parece de plástico, sem contar as obras que são “puramente” porcelana são texturizadas com parafusos! Achei bem interessante o resultado e imagino o TRABALHO que ele teve pra montar tudo isso, principalmente a obra intitulada “Astreé”.

P.S. Nunca deixe de criar porque achou um projeto similar ao seu, se puder se una a essa pessoa e troque outras idéias!

 

Helen Rödel – Perfeição através das mãos

Acho que o meu sonho é conhecer a Helen Rödel.

Sinceramente nunca vi algum estilista trabalhar com a intenção dela. Quero conhece-la pessoalmente pra saber se ela pensa da mesma forma do que eu, pois trabalhar com a manualidade dentro da indústria da moda não é um trabalho nada fácil.

Ela é uma estilista do Rio Grande do Sul que é conhecida mundialmente. Trabalha com roupas confeccionadas manualmente por meio da técnica do crochet. O forte dela é o ponto pipoca, que eu acho lindo de morrer!

Podem conhecer o trabalho dela, se não pelas impecáveis peças de alta costura em crochet (que de longe você sabe que é dela) ou por aquela campanha das mascaras de animais, que muita gente já viu e também é um trabalho super elaborado e lindo. Esse ano ela participou da Casa de Criadores desse ano – e mais uma vez muito bem sucedida!

Se quiser ver mais além do site também tem o documentário sobre o desenvolvimento da coleção MMXI:

 

 

 

Samantha Hahn – Ilustração e Estampas

Eu não lembro ao certo quando achei esse site, creio que em uma das minhas viagens pelo Pinterest… Realmente venho me supreendido como pinar coisas consume tempo e traz felicidade – e isso só por criar painéis com coisas que você gosta! Particularmente minha página do Pinterest resume quem eu sou, o que eu amo e coisas que posso vir a fazer.

E no meio disso encontrei o trabalho lindo de ilustração e estampas da Samantha Hahn. Ela trabalha com aquarela e ilustração digital e utiliza bastante temas femininos como inspiração. Também trabalha com ilustração de moda e intervenções em fotos de editoriais… acho que tem tudo a ver devido a essa temática feminina. Na verdade se for olhar os clientes dela no About, é de dar inveja.

O que realmente me chamou a atenção foram as belíssimas aquarelas… são muito delicadas e ela sabe trabalhar perfeitamente com as manchas, silhuetas, com e sem contornos (que eu aprecio mais sem nenhum contorno e só “massa” de cores). Mas apesar da habilidade com a pintura manual ela consegue transmitir isso digitalmente também, o que é relativamente trabalhoso tecnicamente falando (eu acho).

Além do site quem quiser ver mais também tem o Pinterest dela!

Expo COLEX e grafitti

Grafitti é um lance que eu sempre quis aprender e fazer, mas como eu sou tão pequena e produzo coisas tão pequenas ainda não me arrisquei nisso.

Então como eu não trabalho com isso e vendo os trabalhos dos meus amigos e coleguinhas aqui de Floripa fiquei com muita vontade de expor os trabalhos deles que eu acho demais nem notem que eu roubei todas as fotos do Facebook deles haha!

Se alguém nunca viu um varalzinho com meias, violão e lua pendurados por aí é porque não presta atenção mesmo! O Stefano, ou Lençol, eu conheço desde o colégio e faz um trabalho incrível de caricaturas também. Apesar de ele não saber Eu sempre admirei que ele trabalhou com poesia, textos e abordagens típicas brasileiras (ele vive no sul mas gosta mesmo é do norte do Brasil). Trabalha com tirinhas, charges, pinturas e etc.

O Nóia eu conheci aqui na frente de casa um dia que ele tava pintando, e desde então parece que a cidade absorveu o trabalho dele, e até no Padeiro de Sevilha há uma pintura enorme e linda que ele fez!

O Matias me ama de paixão e vice-versa. Ele largou o Design de Produto pra viver a vibe dele no Gráfico e na pintura, que é o que ele manda bem mesmo! Depois que passou da fase peixes-ciborgue ele pinta de tudo e de longe dá pra notar o estilo dele e foi ele quem fez. Essa semana eu descobri que ele está participando da Expo COLEX, que é uma mostra coletiva de sticker art!

Eu não conhecia a Expo COLEX e achei super interessante a proposta deles: A Expo COLEX é uma mostra coletiva de adesivos de arte urbana (sticker art). A mostra reúne em Santos-SP / Brasil, um breve panorama dos artistas que estão produzindo, distribuindo e agindo neste exato momento nas ruas de todo o planeta. Uma exposição que propõe uma reflexão sobre os conceitos de viver a urbanidade que está intrínseca em todas as grandes cidades.

Se você quiser enviar um trabalho ainda dá tempo, é até o dia 20 de julho, pra saber mais é só  ler mais aqui. Mais informações, data e local:

Informações: http://colante.com

Facebook: http://facebook.com/expocolex
Dúvidas: arteataque@gmail.com

Data: 05 de agosto de 2012
Local: Allegra Café
Praça Visconde de Mauá n° 5
Centro – Santos-SP – Brasil

P.S.: Outros trabalhos de Grafitti aqui em Floripa dá pra curtir na página do Facebook Grafitti – Arte Urbana em Florianópolis!

DIY parte 2 – Como fazer um Terrarium!

Primeiramente eu queria agradecer a todos que estão acessando o blog, pois em 10 dias tive 500 acessos e pra mim isso é ótimo! Além disso o post de ontem foi o mais acessado desses 10 dias, tendo quase 100 dessas visualizações!!!!

Portanto em consideração a todos que leram sobre os terrariums decidi postar como se fazem esses pequenos jardins! Achei um post super completo no site Vila do Artesão e vou colocar aqui o processo bem como eles explicaram. Espero que vocês gostem, e se alguém fizer me mande fotos para eu colocar aqui!

Como montar seu terrarium:

Dicas:

1 – Não coloque muitas plantas, apesar de pequenas as suculentas crescem, e com o tempo podem vir a prejudicar o desenvolvimento uma das outras.

2 – Dependendo do recipiente que você utilizar para fazer seu terrarium pode precisar de algumas ferramentas que podem ser improvisadas em casa, como essas:

 

 

 

 

 

De acordo com o post do Vila do Artesão:

A colher ou um garfo amarrado no espetinho são uma pá.  Para comprimir a terra depois que plantar as mudas use uma rolha no espetinho. Um arame com a ponta encurvada ajuda a introduzir as mudas no lugar certo.  A gilete e a agulha presas no espetinho com arame, ajudam a cortar e retirar do vidro as folhas murchas.  E se for preciso limpar o vidro por dentro ou as folhas das plantas, use a esponja e o pincel, presos também no espetinho. Dois palitos de madeira ajudam a manipular as mudas e a ajeitar dentro do vidro.  

Para garantir a saúde do seu terrarium comece lavando muito bem o vidro com detergente e enxaguando com água e desinfetante. Isso mata algum fungo que possa estar presente no vidro.  Enxágue e deixe secar.

 

Após lavar o recipiente, com um auxilio de um funil de papel, coloque uma camada de cascalho, em seguida carvão (para o composto não ficar ácido) e o composto de turfa bem seco (indicado para isso). Abra um pequeno buraco para inserir as plantas e utilize seus instrumentos para auxiliar, prefira colocar as plantas a partir das bordas para facilitar seu trabalho. Comprima bem a terra em torno da planta após realizar o plantio, quando terminar regue o composto levemente com ajuda de um vaporizador e feche a garrafa.

Se a água começar a condensar demais nas paredes do vidro, destampe por um dia para que a água evapore.  E se, ao contrário, não houver nenhuma condensação, significa que você economizou demais na água.  Abra o garrafão e vaporize novamente.

E voilá! Está pronto seu terrarium! Eles também tem outro tutorial ótimo para terrariums de parede, vale a pena dar uma olhada!


Terrariums – os novos jardins

Se há algo que eu me apaixonei recentemente foram pelas minhas plantinhas! Com o projeto de extensão e a revitalização do Canteiro de Vasos lá no IF-SC passei a plantar nos meus vasinhos de cerâmica, tanto para o canteiro, quanto para meu jardim. Descobri as suculentas, que minha mãe já vinha cuidando aqui no jardim, e passei a achá-las tão lindas quanto algumas flores… pra quem não conhece vejam o The Succulent Garden.

Como não é de se suspeitar eu comecei a procurar sobre mini jardins e mini plantas,  no Esty achei diversas imagens de acessórios e pequenos recipientes, geralmente de vidro, que continham plantas em seu interior e me questionava como era possível terem plantas tão pequeninas, e como elas sobreviviam dentro desses recipientes fechados. Foi então que me deparei com os Terrariums.

Terrarium é um ecossistema auto-sustentável em um recipiente que é projetado para criar pequenas plantas e animais em condições controladas. Ao contrário do que possa parecer num primeiro momento, as plantas são beneficiadas por essa clausura, e as garrafas, aquários e vidros diversos, são uma espécie de refúgio para elas que ficam a salvo do vento, da poeira e da poluição. Em sua maioria levam musgo, pedras de rio e suculentas.

Ou seja, além de serem lindos, os terrariums são ótimas opções para se cultivar plantas dentro de casa, perfeito para quem vive em apartamentos ou geralmente se esquece de regar as plantinhas. Podem ser utilizados como parte da decoração ou até parte do seu look.

Acho que o mais difícil é achar um belo vidro para montar o terrarium, pois vontade de ter e fazer um desses para a casa é grande!

Aqui vão alguns sites que falam sobre isso e vendem terrariums: Ladies and Gentlemen, Twig Terrariums, Tiny Terrains (on Etsy).

Ceramics rocks!

Estava eu no Facebook quando abro a página do Ceramic Vision e encontro imagens divulgando cursos de verão de cerâmica em alguns lugares do mundo, achei demais e fiquei louca pra fazer… cursos de verão são ótimos para fazer uma imersão em alguma prática ou assunto do seu interesse. Esses cursos de cerâmica exploram diversas técnicas e podem até ter a presença de artistas renomados!

Pesquisando um pouco mais encontrei que algumas escolas ou studios oferecem também residências artísticas para ceramistas e artistas que trabalham com esse material. Achei alguns bem interessantes e fiz uma pequena seleção:

1 – Gaya Ceramic and Design – Bali, Indonesia – http://www.gayaceramic.com/design/resident/artists  (Esse foi o meu favorito, uma residência de 2 meses em Bali!)

2 – International Ceramics Studio – Kálpona, Hungria – http://www.icshu.org/residency.html
3 – Greenwich House Pottery – Nova York, NY, EUA -http://www.greenwichhouse.org/gh_pottery/residences_internships (E QUEM não quer ir pra NY?)

4 – Workshops at Worbage – Hereford, Reino Unido – http://www.workshops-at-wobage.co.uk/pottery-courses/

5 – The Banff Center – Banff (próximo a Calgary), AB, Canada – http://www.banffcentre.ca/va/facilities/ceramics/

6 – Escuela de Cerámica Fernando Arranz – Cordoba, Argentina – http://ceramicaarranz.edu.ar/


7 – Tuscadora Summer Pottery School – Tuscadora, NV, EUA – http://www.tuscarorapottery.com/

Só não procurei o suficiente para achar algum curso na Turquia, mas vou achar com certeza! A Turquia é um lugar maravilhoso para a confecção de peças cerâmicas e algumas das minhas professoras já visitaram e participaram de eventos lá. Mas de qualquer jeito eu adoraria fazer algum destes cursos pois a cerâmica é uma das minhas paixões, até acho engraçado que ainda não postei nada sobre isso – um pouco do meu trabalho de cerâmica está no meu portfólio online do Behance – http://www.behance.net/gallery/Nests/3552395.

Pra finalizar quero dizer que esse post é especialmente para a Bela e pro Lucas, pessoas que gostam muito de cerâmica e que eu adoraria ir junto para algum desses lugares!

Licor 43 Drink – Where the buffalos roams

Como hoje é sexta-feira e parou de chover… nada melhor do que pensar no final de semana e na noite de hoje! Para incentivar momentos de alegria vou passar a receita de um drink delicioso feito com Licor 43.

O 43 – Quarenta y Trés, é um licor espanhol feito a partir  de 43 ervas. É uma bebida suave e doce que qualquer um pode vir a adorar! Até quem não bebe prova e adora!!!

No site eles apresentam uma grande variedade de cocktails e descobri o international drink of the month! No mês de junho é um drink inglês maravilhoso chamado Where the buffalos roams. Aqui vai a receita e o vídeo:

1,5 parte de Licor 43

4 partes de Vodca

2,5 partes de suco de limão

2 partes de suco de maçã

2 colheres de açucar de baunilha

Mexa com muito gelo e sirva com mais

Para decorar um pedaço de maçã

E para finalizar e inspirar mais ainda uma imagem linda que a Karol me passou essa semana com vários drinks lindos! Bom final de semana!